sábado , 17 novembro 2018

Não renúncia (non rinuncia)

Certificado consular de não renúncia

O Attestato Consolare di non rinuncia – Não renúncia, como o nome indica trata-se de um documento emitido pelos consulados italianos.

Referido documento indica que um cidadão ítalo-brasileiro não apresentou, naquele consulado em específico, renúncia formal à cidadania italiana.

Ele é um documento obrigatório quando o processo de cidadania for realizado perante algum Comune italiano, e transita sempre de autoridade italiana (Consulado) para autoridade italiana (Comune), o que significa que você não terá ele “em mãos”.

Ou seja, não basta demonstrar que o seu parente vindo da Itália não se naturalizou. É preciso comprovar, também, que nenhum dos seus parentes que descendem dele renunciou à cidadania, pois só assim será possível ter certeza que não houve interrupção na transmissão da cidadania italiana!

Fale conosco e descubra como podemos ajudá-lo:   Fomulário de Contato

fonte: Europeus e Ministerio da Justiça do Brasil

Leia também:

Busca de documentos
O ABC das Apostilas – Como garantir o reconhecimento de seus documentos públicos no exterior?

 A leitura desta informação não dispensa a consulta à legislação aplicável.

O sistema Europeus é especialista em várias nacionalidades europeias e está habilitado para responder a todas perguntas. Entre em contato através de nossa opção contatar que retornaremos o mais breve possível ou através do telefone de contato +55 11 3042 2615 (de segunda à sexta, das 09:00hs às 17:30hs, horário de Brasília).

Sobre Editoria

Verifique também

Cidadania na Itália - Fluxo processual I

Cidadania na Itália – Fluxo processual I

Realização do processo de reconhecimento Fluxo processual I Cidadania Italiana na Itália: Proceder com o …

Cidadania Italiana como conseguir , direito , passo a passo , na Itália e no Brasil , por casamento , buscas , Cidadania Italiana - Quem tem direito

Cidadania Italiana – Passo a passo

Cidadania Italiana: análise do processo de reconhecimento A seguir apresentamos para o início da tramitaçao …